quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

E assim a saudade surge

Não tenho nada contra morar sozinha... na verdade gosto bastante do meu canto, meu espaço, minha bagunça... pode chamar do que quiser! Mas há dois momentos que particularmente me fazem sentir a falta de uma companhia:

1) Nas noites de sexta-feira (mas também pode ser no sábado, no domingo, qualquer dia tá valendo!) quando me dá uma vontade enorme de comer uma super pizza!! Confesso que algumas vezes me rendi ao desejo, mas o resultado são quatro pedaços devorados em uma noite, com mais quatro a serem posteriormente ingeridos após uma esquentadinha básica na frigideira (melhor jeito de aquecer o pedaço de pizza!) e muita culpa por comer uma pizza sozinha!

2) Quando após colocar as toalhas para lavar decido tomar banho, com o detalhe de que eu esqueço de pegar toalhas limpas no armário! Resultado: acabar aquele banho quentinho e gostosinho e ter que sair correndo pela casa em busca da toalha!

******************************************************************************
O que era para ser um relato leve e talvez divertido me trouxe à tona sentimentos de muita saudade... a saudade de um tempo em que era só gritar "Manhê!!!" e estava tudo resolvido!!

PS: eu sempre dou o título do post antes de começar a escrever, mas hoje tive que mudar para algo que realmente preparasse para o conteúdo.

5 comentários:

Karine disse...

É, flor... morar sozinha tem disso! Eu moro sozinha, não divido mais o apê, e tô adorando. Porém... há dias que chego em casa e gostaria de conversar com alguém, alguma baboseira... e meu J. tá longe e ocupado. :(
É chato, sim!

Dona Mila disse...

Ah, os dois lados da moeda...

E "manhê" resolve tanta coisa, né? Não só toalhas esquecidas no armário...

Beijos e que essa sua saudade não tenha nada de melancolia!

Neo disse...

Humm..
Saudade..
Nem vou falar de saudade...
Mas esta coisa de morar sozinho é mesmo um grande desafio às vezes... ah se é!!
Grande beijo.

Neo

marcella disse...

super te entendo. adoro morar sozinha no meu pedaço. mas as vezes a gente se sente meio so mesmo. bjs

***GrAzI disse...

Queridas e Querido: Obrigada pelas palavras de apoio! Não são poucos os momentos em que a saudade que sinto da minha mãe bate forte, mas acho que na maior parte do tempo estou bem! As preocupações do momento incluem eliminar um entupimento nos canos do meu banheiro e passar pelas festas de final de ano! rs Beijos!!